sábado, 28 de abril de 2012

Destruindo as fortalezas da incredulidade:


Destruindo as fortalezas da incredulidade:
 Fizeram, pois, os filhos de Israel conforme a palavra de Moisés, e pediram aos egípcios jóias de prata, e jóias de ouro, e vestidos. E o Senhor deu ao povo graça aos olhos dos egípcios, de modo que estes lhe davam o que pedia; e despojaram aos egípcios. Assim viajaram os filhos de Israel de a Ramessés a Sucote, cerca de seiscentos mil homens de pé, sem contar as crianças. Também subiu com eles uma grande mistura de gente; e, em rebanhos e manadas, uma grande quantidade de gado. E cozeram bolos ázimos da massa que levaram do Egito, porque ela não se tinha levedado, porquanto foram lançados do Egito; e não puderam deter-se, nem haviam preparado comida.
 Ora, o tempo que os filhos de Israel moraram no Egito foi de quatrocentos e trinta anos.
 (Êxodo 12:35-40)
Introdução:
Israel está livre da mão do Egito aleluia gloria Deus, jóias de prata de ouro e vestidos foram entregue na mão de Israel um novo tempo estava por vir uma nova historia, mas não esquece foram 430 anos escravos nas mãos de faraó.
 E não vos conformeis a este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus. (Romanos 12:2)   
1º-Israel era dependente do Egito:
1.1-Israel começa a sua caminhada.
1.2-Primeiro obstáculo ou primeira dificuldade Israel queria voltar á escravidão ao Egito.
1.3-Israel não tinha mentalidade de filhos de Deus.
1.4-Mas sim mentalidade de escravos foram 430 anos nas mão do Egito.
 Não é isto o que te dissemos no Egito: Deixa-nos, que sirvamos aos egípcios? Pois melhor nos fora servir aos egípcios, do que morrermos no deserto.
 Moisés, porém, disse ao povo: Não temais; estai quietos, e vede o livramento do Senhor, que ele hoje vos fará; porque aos egípcios que hoje vistes, nunca mais tornareis a ver;
 O Senhor pelejará por vós; e vós vos calareis. (Êxodo 14:12-14)
2º-Israel precisava passar por uma limpeza:
2.1-Quem tem mentalidade de escravo na conquista a terra!
2.2-Quem tem mentalidade de gafanhoto não conquista a terra!
2.3-Quem tem mentalidade dirigida ou influenciada por faraó não conquista a terra!
2.4-Agora quem é limpo pelo sangue de Jesus conquista a terra.
2.5-Agora quem é dirigido pelo Espírito Santo conquista terra.
 Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque para ele são loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.
 Mas o que é espiritual discerne bem tudo, enquanto ele por ninguém é discernido.
 Pois, quem jamais conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo.
 (1º Corintios 2:14-16)
3º-O deserto foi o lugar da purificação:
3.1-O deserto foi o lugar da manifestação de Deus.
 (Milagres, livramento, Presença de Deus, Lugar de concerto)
3.2-Lugar da limpeza da alma, Egito estava cravado no coração do povo de Deus.
3.3-Foi o lugar da separação do Joio e do trigo.
3.4-Para experimentar a boa, agradável perfeita vontade de Deus é necessário ser dependente de Deus.
3.5-Só enxerga quem é maior que gigantes quem andam com um Deus maior que gigantes.
 Então Calebe, fazendo calar o povo perante Moisés, disse: Subamos animosamente, e apoderemo-nos dela; porque bem poderemos prevalecer contra ela. Disseram, porém, os homens que subiram com ele: Não poderemos subir contra aquele povo, porque é mais forte do que nos. Assim, perante os filhos de Israel infamaram a terra que haviam espiado, dizendo: A terra, pela qual passamos para espiá-la, é terra que devora os seus habitantes; e todo o povo que vimos nela são homens de grande estatura. Também vimos ali os nefilins, isto é, os filhos de Anaque, que são descendentes dos nefilins; éramos aos nossos olhos como gafanhotos; e assim também éramos aos seus olhos. (Números 13:30-33)  
4º-Conclusão:                    “Calebe sempre o mesmo!”
 Quarenta anos tinha eu quando Moisés, servo do Senhor, me enviou de Cades-Barnéia para espiar a terra, e eu lhe trouxe resposta, como sentia no meu coração. Meus irmãos que subiram comigo fizeram derreter o coração o povo; mas eu perseverei em seguir ao Senhor meu Deus. Naquele dia Moisés jurou, dizendo: Certamente a terra em que pisou o teu pé te será por herança a ti e a teus filhos para sempre, porque perseveraste em seguir ao Senhor meu Deus.
 E agora eis que o Senhor, como falou, me conservou em vida estes quarenta e cinco anos, desde o tempo em que o Senhor falou esta palavra a Moisés, andando Israel ainda no deserto; e eis que hoje tenho já oitenta e cinco anos; ainda hoje me acho tão forte como no dia em que Moisés me enviou; qual era a minha força então, tal é agora a minha força, tanto para a guerra como para sair e entrar. Agora, pois, dá-me este monte de que o Senhor falou naquele dia; porque tu ouviste, naquele dia, que estavam ali os anaquins, bem como cidades grandes e fortificadas. Porventura o Senhor será comigo para os expulsar, como ele disse. Então Josué abençoou a Calebe, filho de Jefoné, e lhe deu Hebrom em herança.
 Portanto Hebrom ficou sendo herança de Calebe, filho de Jefoné o quenezeu, até o dia de hoje, porquanto perseverara em seguir ao Senhor Deus de Israel. (Josué 14:7-14)